Seguidores

sábado, 14 de junho de 2014

DEFININDO A TECNOLOGIA

O que é Wi-Fi:

Wi-Fi é uma abreviação de “Wireless Fidelity”, que significa fidelidade sem fio, em português. Wi-fi, ou wireless é uma tecnologia de comunicação que não faz uso de cabos, e  geralmente é transmitida através de frequências de rádio, infravermelhos etc.
O wi-fi não necessita de licença para instalação e/ou operação. Para se acessar uma rede wi-fi é necessário estar na área de abrangência de um ponto de acesso, chamado de hotspot, ou também em locais públicos que possuem wi-fi. Para utilizar, deve-se possuir um dispositivo móvel, como computador portátil, tablet ou celular, para poder acessar a internet com facilidade.
Algumas pessoas confundem wi-fi com internet gratuita, o que é um engano, pois wi-fi significa apenas que aquele lugar possui internet sem cabos, mas em locais públicos como restaurantes, aeroportos, shoppings etc, é necessário pagar uma taxa ou adquirir um produto para usufruir do benefício.
Atualmente, praticamente todos os notebooks já vêm de fábrica com dispositivos para acessar wi-fi.

O que é Wireless:

Wireless significa em português rede sem fio, e refere-se a uma rede de computadores sem a necessidade do uso de cabos, funciona por meio de equipamentos que usam radiofrequência, comunicação via ondas de rádio, ou comunicação via infravermelho.
Wireless é a transferência de informação entre dois ou mais pontos que não estão fisicamente conectados, e essa distância pode ser curta, como a poucos metros como no controle remoto da televisão, ou pode variar de milhares a milhões de quilômetros para comunicações de rádio do espaço.
O uso da tecnologia wireless é usada desde walkie-talkies até satélites artificais no espaço, mas seu uso mais comum é em redes de computadores, servindo como meio de acesso à Internet através de locais remotos como escritórios, bares, aeroportos, parques, e até mesmo em residências.
O wireless possui algumas classificações: redes pessoais ou curta distância (WPAN), redes locais (WLAN), redes metropolitanas (WMAN) e redes geograficamente distribuídas ou de longa distância (WWAN).
Alguns indivíduos confundem o fato de prédios e estabelecimentos comerciais possuírem wireless, de que o acesso a internet será gratuito, o que nem sempre ocorre.



O que é Bluetooth:

Bluetooth é o nome de uma tecnologia de comunicação sem fios (wireless) que interliga e permite a transmissão de dados entre computadores, telefones celulares, câmeras digitais e outros dispositivos através de ondas de rádio.
Foi criado em 1994 pela empresa sueca Ericsson que pretendia uma tecnologia de baixo custo que permitisse a comunicações entre celulares e acessórios sem necessidade de cabos.
Uma aplicação de grande importância do bluetooth é a comunicação entre celulares e fones de ouvido sem fios. Quem está dirigindo um veículo, tem a vantagem de não necessitar utilizar as mãos para atender o celular nem ter fones de ouvido ligados por fios.
Os carros que possuem esta tecnologia funcionam com sistemas de viva voz. O motorista liga o bluetooth no celular e, quando há uma chamada, é ativado o sistema de alta voz.
A utilização da tecnologia Bluetooth também é aplicada em teclados, mouse e impressoras, que funcionam sem necessidade de cabos ligados ao computador.

Origem do nome Bluetooth

Consta que o nome Bluetooth foi escolhido em homenagem ao rei da Dinamarca e da Noruega Harald Blåtand (Bluetooth é uma versão inglesa para o nome original escandinavo) que durante seu reinado (no século X) conseguiu unificar tribos dos países escandinavos. A analogia é uma referência à tecnologia que também une protocolos de comunicação num padrão universal.

O que é iPad:

iPad é o nome de um tablet produzido pela empresa Apple Inc. Pelo seu tamanho (tela de 9,7 polegadas) e peso (cerca de 700 gramas) se situa entre um smartphone e um computador portátil. O iPad usa o sistema operativo iOS, o mesmo do iPod e iPhone. Também funciona com tela multitouch (diferentes toques na tela executam diferentes funções).
O iPad integra algumas funcionalidades de computador como aplicações, acesso a internet e conteúdos web, leitor de livro digital, músicas, vídeos, jogos, etc., funcionando como uma plataforma audiovisual.
O iPad foi lançado em janeiro de 2010 e anunciado por Steve Jobs como um aparelho revolucionário.
A primeira geração do iPad só começou a ser comercializada no Brasil em dezembro de 2010. Em março de 2011, a segunda geração de iPad foi apresentada.
O iPad 2 incluía algumas diferenças entre o aparelho anterior como ser mais leve, mais fino, mais rápido, ter disponíveis as cores preta e branca, além de trazer uma câmera traseira e uma dianteira (usada para videoconferências).
O novo iPad foi anunciado pela Apple em março de 2012. As novidades apresentadas na terceira geração do iPad são a tela de alta definição e internet 4G através da tecnologia LTE.

O que é Smartphone:

Smartphone é um telefone celular, e significa telefone inteligente, em português, e é um termo de origem inglesa. O smartphone é um celular com tecnologias avançadas, o que inclui programas executados um sistema operacional, equivalente aos computadores.
Os smartphones possibilitam que qualquer pessoa possa desenvolver programas para eles, os chamados aplicativos, e existem dos mais variados tipos e para os mais variados objetivos. Um smartphone possui características de computadores, como hardware e software, pois são capazes de conectar redes de dados para acesso à internet, sincronizar dados como um computador, além da agenda de contatos.
Existem diversos sistemas operacionais para smarphones, Symbian, Blackberry, Windows Mobile, Android e outros. Inclusive, grandes empresas de produtos de e para computadores, como a Apple e a Microsoft estão investindo muito nos smartphones.
As marcas mais conhecidas são o Iphone, da Apple, Blackberry, Android da Google e outros. Os smartphones possibilitam que as pessoas, principalmente jovens e executivos acessem suas informações pessoais e a internet com muito mais velocidade e em aparelhos menores, mas com funções parecidas com as de um computador.


O que é Android:

Android é o nome do sistema operacional baseado em Linux que opera em celulares (smartphones), netbooks e tablets. É desenvolvido pela Open Handset Alliance, uma aliança entre várias empresas, dentre elas a Google.
O funcionamento do Android é idêntico a outros sistemas operacionais (como Windows, Mac OS, Ubuntu, entre outros), cuja função é gerenciar todos os processos dos aplicativos e do hardware de um computador para que funcionem perfeitamente.
A diferença é que o Android foi impulsionado pela Google para ser operado nos seus próprios dispositivos móveis e, desta forma, entrar na concorrência com outros sistemas operacionais dominantes como o Symbian (dispositivos Nokia), iOS (dispositivos Apple, como iPhone) e Blackberry OS.
Uma das principais vantagens do sistema Android é a integração dos serviços Google a partir de uma conta Google que o usuário já possua. Outra grande vantagem é o Android Market, a loja oficial dos aplicativos, que oferece uma infinidade de aplicativos gratuitos.
O primeiro celular a executar o sistema Android foi o T-Mobile G1 (HTC Dream), fabricado pela Google, juntamente com a HTC, em 2008.
Em 2010, a empresa Google, em parceria com a Samsung, lançou a série Nexus, com os modelos Nexus One, Nexus S e Galaxy Nexus.


O que é Tablet:

Tablet é um tipo de computador portátil, de tamanho pequeno, fina espessura e com tela sensível ao toque (touchscreen). É um dispositivo prático com uso semelhante a um computador portátil convencional, no entanto, é mais destinado para fins de entretenimento que para uso profissional.
Devido ao formato e à praticidade do uso da tela com os dedos, é muito usado para navegar na internet, para a leitura de livros, jornais e revistas, para visualização de fotos e vídeos, reprodução de músicas, jogos, etc.
Algumas das vantagens de um tablet comparado com computadores portáteis são a maior duração da bateria; a não necessidade de um teclado ou mouse; a rapidez e simplicidade na visualização de imagens e outros conteúdos. Algumas das desvantagens são o elevado preço e algum desconforto para escrever no teclado integrado.
O dispositivo iPad produzido pela empresa Apple Inc. e lançado em 2010 tornou-se um dos mais conhecidos tablets do mercado. Outros concorrentes são o Samsung Galaxy Tab, Motorola Xoom, HP TouchPad, Sony Tablet, etc.

Daqui:
www.significados.com.br

Mais definições aqui:
http://www.significados.com.br/tecnologia/


iPhone

Para muitos o iPhone é classificado como “smartphone“. Para este que escreve na verdade é outra coisa: é um computador de mão que faz chamadas telefônicas. A razão é que não há como encobrir o fato que em condições tupiniquins de operação, qualquer Motorola Razr de 6 anos de idade tem recepção de sinal celular melhor que a do iPhone. Quem tem oportunidade de usar os dois juntos pode atestar.
Da mesma forma não se pode negar que o iPhone impactou o mercado e os fabricantes de celular de tal forma que a própria forma de se usar o aparelho no dia-a-dia se alterou. A tela capacitiva multi-toque da Apple reformulou a interface dos aparelhos de mão. Agora não é mais uma questão de se lutar com um minúsculo trackball ou joystick dos tempos do Atari para navegar nas intrincadas e labirínticas árvores de menu dos celulares. Agora basta tocar o ícone.
E não foi somente isso. O iPhone foi o primeiro aparelho que integrou a internet — a vida “nas nuvens” — ao aparelho de mão.
É o aparelho que facilitou o acesso à informação instantaneamente, democratizou o papo-furado e tornou-o mais que um apêndice de nossas vidas pessoais. É um sexto sentido — sério mesmo — que ocupa lugar junto ao tato, olfato, paladar, audição e visão. É a telepatia — quase mediúnica — de se olhar presente, futuro e passado que nos permite falar com quem está longe, prever qual o clima da tarde e olhar as fotos do domingo passado.
Não é mais um celular que — olha só, navega na internet também. É um dispositivo que tem em suas entranhas a interatividade e a interconectividade. Diferente de um smartphone de outrora, o iPhone permite levar sua vida com você.
Hoje não basta que os aparelhos tirem foto ou reproduzam música. É necessário que ele se torne um microportal para a vida on-line. Hoje navegamos na internet, consultamos o saldo do banco, lemos nossos e-mails, recebemos SMS, tiramos fotografias e as compartilhamos, blogamos… Tudo da comodidade de nossos celulares. O iPhone agregou ao aparelho de mão popular as funções que antes eram reservadas a aparelhos de uso corporativo, com interfaces pouco amigáveis e uso complicado. Ele ofereceu ao público geral a capacidade de:
  • Navegar na internet e abre as páginas exatamente como um computador o faz (limitado por páginas em Flash);
  • Fazer e receber chamadas telefônicas;
  • Enviar e receber Mensagens Instantâneas SMS, MMS;
  • Enviar e receber e-mails;
  • Sincronizar e compartilhar informações (agendas, contatos, anotações);
  • Usar um GPS integrado (assistido em alguns modelos);
  • Tirar fotos;
  • Filmar (em alguns modelos);
  • Ouvir músicas, audiobooks, podcasts; assistir videocasts e vídeos;
  • Comprar e/ou instalar aplicativos que acrescentam mais recursos e aplicações ao aparelho (provindo de origem única, a AppStore);
Essas características existem em outros smartphones? Com certeza. Mas lembrem-se, estamos falando de 2007, quando o iPhone foi lançado. Se há smartphones melhores hoje, é porque o iPhone abriu o caminho.

 
Tecnologia 3G 

A tecnologia 3G é a usada pela terceira geração de telefonia móvel. A primeira foi a dos celulares analógicos e a segunda dos digitais.
Como proporciona uma transmissão de dados mais veloz, a tecnologia 3G torna possível às empresas oferecer pacotes de serviços complexos a custos acessíveis. Mais de 260 operadoras no mundo já fazem isso.
Entre os serviços prestados estão internet banda larga, TV no celular, jogos tridimensionais e download de músicas e vídeos com mais rapidez.

Daqui:
http://oglobo.globo.com/


O que é o 4G?

4G é a quarta geração de telefonia móvel. A tecnologia permite conexões à internet, através de dispositivos móveis, com velocidade até dez vezes superior às redes atuais. O 4G permitirá melhor acesso a conteúdos multimídia como vídeos em alta definição, videoconferências e músicas diretamente da internet.

Daqui:
http://www.conexaominicom.mc.gov.br/

Imagens Google



Um comentário:

Tais Luso disse...

Maravilhosa tua postagem, Soninha: comprei um troço desses e quase fui à loucura! Eu fora. Internet só em casa! O resto é vida real, normal.
Beijo grande. Adorei a postagem. Fiquei certa do que não quero pra mim!

Related Posts with Thumbnails

Clique na imagem e...